sábado, 14 de janeiro de 2012

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

O TEMPO PARA ESTA ALTERAÇÃO À CONSTITUIÇÃO É AGORA




Ignoro de que fonte provém, mas não posso estar mais de acordo: 

"Alteração da Constituição de Portugal para 2012 para poder atender o

seguinte, que é da mais elementar justiça:


 1. O deputado será pago apenas durante o seu mandato e não terá

reforma proveniente exclusivamente do seu mandato.

2. O deputado vai contribuir para a Segurança Social de maneira igual

aos restantes cidadãos. Todos os deputados ( passado, presente e

futuro) passarão para o actual sistema de Segurança Social

imediatamente. O deputado irá participar nos benefícios do regime da

Segurança Social exactamente como todos os outros cidadãos. O fundo de

pensões não pode ser usado para qualquer outra finalidade. Não haverá

privilégios exclusivos.
3. O deputado deve pagar seu plano de reforma, como todos os

portugueses e da mesma maneira.


 4. O deputado deixará de votar o seu próprio aumento salarial.


 5. O deputado vai deixar o seu seguro de saúde atual e vai participar

no mesmo sistema de saúde como todos os outros cidadãos portugueses.


 6. O deputado também deve estar sujeito às mesmas leis que o resto dos

portugueses.

7. Servir no Parlamento é uma honra, não uma carreira. Os deputados

devem cumprir os seus mandatos (não mais de 2 mandatos), e então irem

para casa e procurar outro emprego.


 O tempo para esta alteração à Constituição é AGORA. Forcemos os nossos

políticos a fazerem uma revisão constitucional.


 Assim é como se pode  CORRIGIR ESTE ABUSO INSUPORTÁVEL DA ASSEMBLEIA

DA REPÚBLICA."



domingo, 8 de janeiro de 2012

SIGA O SEU CORAÇÃO, ELE É MAIS INTELIGENTE DO QUE PENSA



O coração é também o primeiro órgão formado no útero. O resto vem depois.

Recentemente, neurofisiologistas ficaram surpresos ao descobrir que o coração é mais um órgão de inteligência, do que (meramente) a estação principal de bombeamento do corpo. Mais da metade do Coração é na verdade composto de neurónios da mesma natureza daqueles que compõem o sistema cerebral. Joseph Chilton Pearce, autor de A biologia da Transcendência, chama a isto ”o maior aparato biológico e a sede da nossa maior inteligência.”

O coração também é a fonte do corpo de maior força no campo eletromagnético. Cada célula do coração é única e ela não apenas pulsa em sintonia com todas as outras células do coração, mas também produz um sinal eletromagnético que irradia para além da célula. Um EEG que mede as ondas cerebrais mostra que os sinais eletromagnéticos do coração são muito mais fortes do que as ondas cerebrais, de que uma leitura do espectro de frequência do coração pode ser tomada a partir de três metros de distância do corpo … sem colocar elétrodos sobre ele!

A frequência eletromagnética do Coração produz arcos para fora do coração e volta na forma de um campo saliente e arredondado, como anéis de energia. O eixo desse anel do coração se estende desde o assoalho pélvico para o topo do crânio, e todo o campo é holográfico, o que significa que as informações sobre ele podem ser lidas a partir de cada ponto deste campo.

O anel eletromagnético do Coração não é a única fonte que emite este tipo de vibração. Cada átomo emite energia nesta mesma frequência. A Terra está também no centro de um anel, assim é o sistema solar e até mesmo nossa galáxia … e todos são holográficas. Os cientistas acreditam que há uma boa possibilidade de que haja apenas um anel universal abrangendo um número infinito e interagindo dentro do mesmo espectro. Como os campos eletromagnéticos são anéis holográficos, é mais do que provável que a soma total do nosso Universo esteja presente dentro do espectro de frequência de um único anel.

Isto significa que cada um(a) de nós está ligad@ a todo o Universo e como tal, podemos acessar todas as informações dentro dele a qualquer momento. Quando ficamos quiet@s para acessar o que temos nos nossos corações, nós estamos literalmente conectad@s à fonte ilimitada de Sabedoria do Universo, de uma forma que percebemos como “milagres” entrando nas nossas vidas.
Quando nos desconectamos e desligamos da sabedoria inata de amor do Coração, baseando-nos  nos pensamentos, o intelecto refletido no ego assume o controle e opera independentemente do Coração, e nós voltamos para uma mentalidade de sobrevivência baseada no medo, ganância, ânsia de poder e controle. Desta forma, passamos a acreditar que estamos separad@s, a nossa percepção de vida muda para uma limitação e escassez, e temos que lutar para sobreviver. Este órgão incrível, que muitas vezes ignoramos, negligenciamos  e encerramos dentro de  muros que construímos ao seu redor, é onde podemos encontrar a nossa força, nossa fé, nossa coragem e nossa compaixão, permitindo que a nossa maior inteligência emocional guie nossas vidas.

Devemos agora mudar as engrenagens para fora do estado baseado no medo mental que temos sido ensinados a acreditar, e nos movermos para viver centrados no coração. Para que esta transformação ocorra, é preciso aprender a meditar, “entrar em seu coração” e acessar a sabedoria interior do Universo. É a única maneira, é O Caminho. A medida que cada um de nós começa esta revolução tranquila de viver do Coração, vamos começar a ver os reflexos em nossas vidas e em nosso mundo. Esta é a forma como cada um de nós vai criar uma mudança no mundo, criar paz, criar harmonia e equilíbrio, e desta forma, vamos todos criar o Paradigma do Novo Mundo do Céu na Terra.

Rebecca Cherry (adaptado)
http://shakyamuni.net.br/2012/01/06/siga-seu-coracao-ele-e-mais-inteligente-do-que-voce-pensa/

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Como gerar prosperidade em 2012




 Vou falar de uma prática muito simples que é um poderoso gerador de prosperidade. Talvez você já conheça mas é preciso sempre relembrar. As coisas mais simples e óbvias normalmente são as que dão mais resultado e ao mesmo tempo são as coisas que mais deixamos de praticar. Mas primeiro vou falar sobre algo negativo que devemos reconhecer e abandonar.

 Existe um hábito muito comum enraizado no inconsciente coletivo que a maioria costuma praticar bastante que é o hábito de reclamar: do governo, da chuva, da falta de tempo, do marido, da mulher, dos filhos, do trabalho, do chefe, da comida, do engarrafamento, das contas, do próprio corpo, do barulho, do salário, da idade, de algo que quebrou, da incompetência de alguém, de alguma coisa que saiu fora do planejado, da fila, dos preços, dos políticos, do calor, da justiça, dos buracos na rua, da velocidade da internet, dos vizinhos, da diarista, do semáforo que fechou, dos defeitos dos outros, da sogra, dos mosquitos, do professor, do atendimento em algum lugar, da demora do ônibus, da falta de vaga pra estacionar, do sucesso dos outros, da falta do próprio sucesso, de não conseguir mudar, do computador que travou, da violência, da televisão, da época atual, de uma injustiça sofrida, etc, etc, etc. Essa lista poderia encher muitas páginas.

 Que tipo de sentimento surge quando começamos a reclamar? Certamente algo desconfortável. Mesmo assim sentimos um impulso em reclamar. É como um vício que por um lado causa desconforto mas que por outro lado causa uma sensação de prazer. Talvez um prazer mórbido. A cada vez que reclamamos de algo o vício se fortalece e aquele sentimento negativo que está no pano de fundo da reclamação também. E é um dos mecanismos mais comuns que o ego utiliza para gerar negatividade e se fortalecer. Do ponto de vista prático, é raro que algo ou alguém mude pelo fato de reclamarmos, mas mesmo assim continuamos. E tem algumas coisas que realmente jamais mudarão pela nossa reclamação como o clima, o engarrafamento e outras.
Um esclarecimento: apontar alguma coisa que não saiu conforme deveria não é necessariamente reclamar. Vem um prato frio no restaurante e você pede para voltar. Isso é legítimo. Podemos falar em paz, apenas como uma observação para o garçom, ou pode ser dito com sentimento de irritação, que é o que está por trás de toda reclamação.

 Quanto mais reclamamos mais a nossa mente fica aguçada para encontrar mais situações para reclamar. A mente tem um mecanismo de filtrar e prestar atenção aquilo que achamos importante. Quando uma mulher está grávida ou apenas querendo engravidar, ela verá muitas grávidas. Muito mais do que via antes. Quando pensamos em trocar de carro e adquirir um determinado modelo teremos uma grande tendência em ver com muito mais frequência esse tal modelo. O mesmo acontece quando nosso foco é enxergar coisas negativas.

 O reclamador profissional encontrará sempre um defeito que o fará sentir desconfortável. Ele pode estar em um lugar maravilhoso mas a sua mente foi treinada para ver aquilo que não está em conformidade com suas expectativas. De forma inconsciente ele dará mais importância para as poucas coisas negativas que encontrou do que para a parte boa da experiência causando mal estar para si mesmo e também para outros com seus comentários.

 Além disso, pelo que se chama de lei da atração, ocorrem as chamadas coincidências ou sincronicidades conforme a qualidade dos nossos sentimentos e pensamentos. A negatividade emocional gerada pelo hábito de reclamar acaba atraindo mais situações negativas. E é assim que muitas pessoas vão se afundando cada vez mais na negatividade sem sequer perceber.
Tomar consciência dessa negatividade é importante. Mas é ainda mais importante dissolvê-la.
 Mas qual seria então a prática simples, porém poderosa, para gerar prosperidade? Praticar o hábito inverso ao de reclamar. Ou seja, adotar o hábito de agradecer e de valorizar tudo de bom que acontece. Ao fazermos isso nossa mente ficará cada vez mais atenta a situações que nos trazem bem estar e vai deixando de lado o foco nos que no traz desprazer. Nosso estado emocional vai então ficando cada dia melhor. Pela lei da atração, ao adotar o hábito de agradecer, vamos atrair cada vez mais situações agradáveis.

 Tudo isso pode parecer muito simples e óbvio. E é mesmo. Mas não subestime o poder dessa prática por isso.

 Para reforçar a prática da gratidão você pode criar uma lista de todas coisas pelas quais você é grato. Pode incluir bens materiais, pequenos objetos, pessoas, qualidades que você tenha, qualidades de outras pessoas, saúde física, a natureza, a respiração, enfim, tudo que você quiser.

 Essa lista deve ser grande. No começo pode ser difícil encontrar tantas coisas assim pelas quais você se sente grato. Isso se deve ao hábito antigo de reclamar. A mente não foi treinada para encontrar coisas positivas. Mas com um pouco de prática ficará cada vez mais fácil. A medida que tempo passar, encontrar coisas pelas quais se sente gratidão se tornará algo natural e sem esforço.

 Além de fazer a grande lista, é preciso que você dedique alguns minutos do seu dia para ler a lista procurando sentir verdadeiramente a gratidão por tudo aquilo. Gerar o sentimento é o que mais importa. É ele quem vai ajudar a atrair cada vez mais prosperidade em todos os sentidos da vida.

 André Lima