segunda-feira, 3 de maio de 2010

Televisão: a experiência do medo

"Nesta era de informação, vocês são afastados das fontes naturais onde poderiam colectar
conhecim
entos por vós próprios. Foi-vos vendida a ideia de que a televisão é a grande fonte de informação. Este instrumento vem sendo apontado como uma das grandes invenções deste século. Porém, os media são possuídos e controlados por aqueles que desejam manter-vos entretidos e inconscientes.

Eles vendem versões escolhidas da realidade e ignoram completamente as outras.

A televisão torna lento o processo evolutivo dos humanos e limita-os, especialmente às crianças. Quando vocês são crianças, as primeiras impressões e a imaginação desempenham um papel-chave no modo como a vossa vida se vai desenrolar. A televisão mantém-vos numa faixa muito estreita de expressão emocional – basicamente caos e medo.

Hoje, mais do que nunca, existe uma grande campanha para vender televisores, para se ter televisão por cabo e para se manter as pessoas ligadas à última versão de escândalo e violência, como se aquilo que é transmitido fosse a questão mais importante. Aprenda a observar como se sente enquanto vê televisão. Ela é uma forma de controlo de frequência. Esse controlo está a ser tremendamente acelerado, enquanto o medo rapidamente se espalha por todo o planeta através da televisão.

A grande maioria das pessoas na Terra está a ser hipnotizada pela televisão exactamente neste momento.

A nossa campanha encoraja-vos a experimentarem a vida em primeira mão – não apenas através da produção de imagens e das ideias de outros. Vocês prejudicam a vossa própria consciência, e o potencial que ela possui, quando gastam tempo a ver televisão.
Suprimem a imaginação, acabando assim por não utilizar um dos maiores dons que possuem. Daqui a muitos séculos, compreender-se-á como, na última metade do século XX, as pessoas foram induzidas a estados de entorpecimento, a certos comportamentos e a tornarem-se apáticas e doentes através da televisão.

Vocês estão a desperdiçar o vosso tempo vendo seja que programa for na televisão. Ela mantém-vos longe da vida e age como um substituto da experiência, que, caros amigos, é o caminho básico da aprendizagem. Alguns de vocês podem dizer: “Bem, há alguns programas bons e eu só vejo programas educativos”. E nós perguntamos: “O que estará a ser irradiado subliminarmente nos “bons programas”, que vocês, conscientemente, não vêem? Se insistem em ter aparelhos de televisão em casa, mantenham-nos desligados da tomada. Frequências de onda são transmitidas através de aparelhos de televisão, mesmo quando desligados."

TERRA, Chaves Pleiadianas para a Biblioteca Viva, Barbara Marciniak, editora Ground, Brasil

Imagem: Google

Nenhum comentário: