terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

CADA VEZ QUE UM CORAÇÃO SE ABRE...


MOVENDO-SE ACIMA DO MEDO PARA O ESTADO DE GRAÇA

Numa escala de 1 a 100, o amor que há na Terra ainda está abaixo de zero. Acreditem ou não, vocês estão apenas entrando numa essência de amor contável e mensurável.
O Estado de Graça é o seu estado natural de ser. É o que você é naturalmente, sem todo o instrumental e os diálogos de quando é humano demais. O Estado de Graça é o que você era antes de vir para a Terra. É o ponto de referência entre cada encarnação. É um lugar para relaxar na sua própria luz. É um ritmo natural para você. É o ritmo do Criador que bate dentro de você sem nenhuma resistência, mas entregando-se e fluindo como uma cachoeira. Um estado de graça diz "NÓS NOS RENDEMOS, não tentamos lutar contra nosso carma, ou nosso passado, ou nossa família, ou doença. Mas permitimos que nossa essência natural Divina nos leve além da compreensão humana para um ponto de reverência, para um ponto de sacralidade, e para um ponto de humanidade santificado e sagrado".
(…)
Sou aquele que é conhecido por Metatron. Observo as palavras do seu mundo. Observo os seus pensamentos. Sou o subscritor para todas as expressões verbais. Minha presença será vista e sentida com mais frequência nos tempos que estão chegando. Ao invocar os estados de graça, compreenda também que dentro do conteúdo molecular da Graça estão situadas todas as moléculas de Luz. Simplesmente por usar a palavra graça, dizer graça, falar graça, conhecer uma pessoa chamada Graça, você já invoca a presença da Luz.
Cada vez que um coração se abre, é como se milhões de arco-íris e milhões de rosas se abrissem simultaneamente. Na sua imaginação, você não pode conceber quanto amor você é capaz de manter, quanto amor você é capaz de sentir. Você ainda tem muito medo de sentir amor. O amor que existe na Terra é muito pouco, comparado com o do resto do Universo. Numa escala de 1 a 100, o amor que há na Terra ainda está abaixo de zero. Acreditem ou não, vocês estão apenas entrando numa essência de amor contável e mensurável.
Eu e todos os seres de Luz estamos constantemente com vocês. Nós somos um. Seus corações são pequenos e sensíveis. Alguns deles estão murchos. Mas nós os seguramos como passarinhos que caíram do ninho da vida. Nós cuidaremos de vocês, levando-os de volta à plenitude do amor. Eu os deixo.
Uma mensagem de Metatron canalizada por Gillian MacBeth-Louthan em 17 de outubro de 2008.
Ver mais in: http://www.monicacamacho.com/blog/blog.php?bid=227

Nenhum comentário: