sexta-feira, 3 de outubro de 2008

A Mulher e a actual crise


Vem isto a propósito de um comentário meu no blog de Rosa Leonor, e está bem visto, sim senhora, cara amiga...


"(...) penso que o meu livro pode acrescentar algo a essa grande questão, modéstia à parte, claro…de qualquer forma penso que em nenhuma parte do mundo as mulheres escaparam à manipulação do seu ser e embora possam estar activas e ser poderosas são-no dentro do sistema patriarcal que é como quem diz, presas nas suas armadilhas e sem a consciência inerente ao princípio feminino nem conscientes da sua fragmentação interna e só se elas tivessem integrado as duas mulheres divididas dentro de si, podiam fazer a diferença…Eu não as quero desresponsabilizar, mas é, como eu digo, no meu livro algures, uma contradição e um paradoxo esperar que dentro do sistema que tem uma estrutura de dominação da mulher este a liberte e a deixe ser ela própria…mesmo que lhe dê liberdade nunca permitiria a sua verdadeira consciência; não pode porque a suprimiu e dá apenas acesso à mulher ao poder no masculino e aí a mulher deixa de ser mulher e a maioria ou não consegue aguentar-se ou não lhe interessa no fundo os jogos de poder do homem, ou então não podem dividir-se entre o poder e a família…essa foi a armadilha em que as mulheres dos países avançados caíram…"
Rosa Leonor

Nenhum comentário: