sábado, 10 de maio de 2008

“Isso também acontece às mulheres. Repudiar as qualidades da juvenil Freya é o preço do sucesso no mundo dos homens. Uma mulher não consegue obter êxito se se perceber que é demasiado feminina, que tem um coração terno, é vulnerável ou emocional. Nem pode ter sucesso, geralmente, se possuir a confiança em si mesma da Grande Deusa Freya, porque então não saberá qual o seu lugar.”

Jean Shinoda Bolen, Travessia para Avalon, Planeta Editora

De vez em quando, “abcessos”, “tumores”, excessos disto formam-se num ponto específico da nossa civilização e das masmorras dos Fritzes saem as Freyas abusadas, para grande escândalo de todos nós, distraídos que andamos dos conteúdos dos nossos próprios subterrâneos...

Nenhum comentário: