sábado, 9 de fevereiro de 2008

Ave Maria para o III Milénio


Chama-me do futuro
uma mulher de olhos mansos
onde arde um fogo claro e baixo
-inextinguível como os tempos

apela
de dentro do seu silêncio antigo
para essa face
(que sempre supus mais tenra)
no que agora eu sou

do amanhã
caminha até mim
a impugnar caducas rotas
vencidas sendas
de um mundo a esboroar-se

Trajada de mistérios poderosa maga
vetusta caminhante
pelos troços do sigilo e da omissão
viaja ora por alcançáveis horizontes
iniciadora e sábia
como as secretas vozes deslembradas
ora remota e vaga
logo cercana palpitante
no presságio
da Vida por chegar

Vinda do futuro coberta pela aurora
caminha
coroada pelos sonhos das estrelas
Reveladora de indescritíveis plenitudes
acolhe no brando seio
piedosa e alquímica
o tormentoso caudal de todos os meus prantos

Vem do futuro
mas segue ainda pela orla dos finitos
já impressora de desconhecidas ondas indeléveis cores
na rota dos que ousam
recebê-la

Vacilo
logo sou ela
recuo
já o não sou

Antiga companheira força latente
amada mãe portadora da luz
guardiã dos dias de ouro e de cristal
anárquica regeneradora dos velhos caminhos
madre excelsa
mãe amantíssima
fluxo rebelde
cântico dos amanhãs
desperta alba
suave mensageira
da mudança e do perdão
porto da esperança
útero original
pátria dos poetas
arcanjo das artes
mãe da intrepidez
padroeira dos audazes
matriz do sonho
fogo da terra
barca divina
dissipadora das trevas
mãe corajosa
vaga de clemência
bálsamo dos párias
rosa secreta
estrela dos alvores
princípio iniciático ao Sonho e aos arcanos
de todos
e por todos
os saecula saeculorum…

Reinarás na Terra
chamejante e pura
pelo coração da liberta humanidade


Mariana Inverno
Fundadora do PROJECTO Art for All

Imagem: www.rosanevolpatto.trd.br/Gaia5.gif


..................................................................................................................................................................................................................................

Adorei este Encontro no Feminino - óbvio. Foi um momento inesquecível que agradeço à vida e às magníficas mulheres que nele participaram.


Nenhum comentário: