quinta-feira, 23 de agosto de 2007

CONCEBER UMA NOVA VISÃO DO MUNDO

O Sétimo Dia, Diana Vandenberg, 1959

Um visitante anónimo acaba de deixar aqui um comentário muito bonito e encorajador que decidi postar. Já fui espreitar o sítio que refere e achei-o de grande interesse, sendo o inglês razoavelmente accessível. Ali se fala, por exemplo, sobre "novos" sistemas de trocas de serviços que não passam pelo uso do dinheiro... E a nossa criatividade dá saltos!...
"O seu blog volta de férias com renovada energia e vigor, como ser vivo e bem nutrido que mostra ser. Eu (ainda) não tenho blog, mas partilho das belas apostas que encontro no seu e nalguns outros, onde é possível colher alimento para a NOVA VISÃO DO MUNDO QUE URGE CONSTRUIR.
É neste espírito de partilha que desejo deixar aqui um link muito especial, que reúne belas experiências práticas e inovadoras em vários cantos do mundo, dentro do espírito de “What The Bleep do We Know” – filme já por si referido. Pena ser em inglês – mas, tal como refere algures, esse é mais um desafio a vencer, não é? Tanto mais que um site (melhor, um jornal, a subscrever) feito apenas de boas notícias é sempre um bom antídoto para os venenos que diariamente temos que absorver na nossa sociedade, quer queiramos, quer não.

Se me permite:
http://www.theglobalintelligencer.com/about"
Obrigada!

"A GRANDE, INTERMINÁVEL CONVERSA DAS MULHERES"

"... é a grande, interminável conversa das mulheres, parece coisa nenhuma, isto pensam os homens, nem eles imaginam que esta conversa é que segura o mundo na sua órbita, não fosse falarem as mulheres umas com as outras, já os homens teriam perdido o sentido da casa e do planeta..."
José Saramago, Memorial do Convento
Imagem: Engomadeiras, Carlos Reis, 1915